O Google está fazendo algumas alterações no Google Friend Connect, agora os seguidores necessitam ter uma Conta do Google para fazer login no Google Friend Connect para seguir os blogs.
Se você que me seguia e não tinha cadastro no Google, por favor faça o seu cadastro e volte a participar da minha lista de seguidores e saibam que senti sim muita falta de vocês! Estou lhes esperando com o maior carinho!

segunda-feira, 30 de março de 2015

Por que o cachorro treme ?

Alguns donos ficam muito apreensivos e se perguntam por que o cachorro está tremendo? quando seu cachorrinho começa a tremer, aparentemente sem causas óbvias, nessas ocasiões, treme o corpo todo, ou a cabeça ou, ainda, o traseiro.Em alguns casos pode acontecer dele tremer apenas as patas posteriores; em outros, os tremores são acompanhados por ganidos ou gemidos baixos.

Fora aquelas situações em que o bichinho está feliz ao ver o dono, ou porque percebe que vai passear, esses tremores podem ser indícios de condições de saúde, graves ou moderadas, e é sempre bom ficar atento.

A principal causa das tremedeiras no cachorro pode estar relacionada com a dor. O cachorro se sacode na tentativa de afastar o desconforto ocasionado pela dor localizada ou generalizada pelo corpo.
Dependendo da raça, e do porte do cachorro, bem como da idade, as dores seguem um mapa conhecido na maioria das vezes.

Cães pesados e de porte grande, principalmente aqueles acima do peso, podem sofrer de displasia de quadril ou artrite. Nessa condição, o cachorro pode tremer ao levantar-se da cama ou após praticar um exercício mais exigente (ou até mesmo exercícios leves, se a condição já estiver adiantada).

É fundamental o dono do animal de grande porte verificar onde o cão dorme e evitar que seus membros inferiores fiquem "esmagados" sob o peso do corpo. Além disso, a umidade do local pode agravar essa situação.

Em alguns casos a tremedeira pode estar localizada apenas nas patas, e podem indicar um ferimento, uma distensão muscular ou outro desconforto localizado.

O animal não vai informar por escrito o que está sentindo, motivo pelo qual o dono deve estar atento aos seguintes indícios:

1) o cachorro geme ao se levantar da cama ou ao deitar-se, como se praticar qualquer um desses atos fosse muito difícil;

2) evita movimentar-se com frequência. Se era um cão ativo, permanece quieto a maior parte do tempo; evita brincadeiras de que antes gostava; é difícil fazê-lo se levantar até para ir comer.


3) não demonstra mais alegria ao ser convidado para passear, ou demonstra uma alegria discreta.


Comece verificando se sente algum desconforto nas patas, apertando-as suavemente. Se doerem o cachorro vai tentar retirá-las da sua mão. Ponha-o em pé e veja se a postura está correta, se ele "coxeia" das patas traseiras ao caminhar, se procura se deitar o mais rápido possível para acabar logo o exercício. É possível verificar com alguma facilidade a exata localização da dor, e isso vai tornar a ida ao veterinário mais breve e objetiva.


Esse exame rápido não substitui a ida ao profissional, mas pode ajudá-lo a encontrar o diagnóstico correto mais brevemente, o que facilita o tratamento.


Outras condições mais graves também podem causar os tremores, como doenças ou lesões relacionadas ao cérebro e medula espinhal.


Ainda, diabetes ou doença renal podem causar alterações nos movimentos do mascote, principalmente tremores nas pernas. Nesse caso, uma dieta através de rações com menos sódio e a suspensão de guloseimas serão obrigatórias, além do acompanhamento médico regular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo carinho em forma de comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGEM EM DESTAQUE

Artesanatofofo Aulas e Dicas - INSCREVA-SE!

VISITE MEU CANAL NO YOUTUBE! TODA 5ª FEIRA , GRÁTIS UMA NOVA VIDEOAULA DE ARTESANATO Mais uma videoaula de crochê do meu canal Artesanat...

POSTAGENS POPULARES